Cinquenta tons de ira Ler Online

Rate this post

Gente alguém aqui já leio cinquenta tons de ira???? Gente e perfeito e vou adimtir a vocês eu estava torcendo pelo Robert nossa ele e muito melhor que o grey chorei muito na parte que ele morre. Comentem o que vocês acharam. Obs: a fic ainda está em andamento:-)

 

SINOPSE

Após afastar-se de Christian por um tempo, Ana conheceu um homem ao qual lhe ajudou no momento que ela mais precisou. Ela apaixonou-se por ele, mas como o destino é traiçoeiro algo aconteceu e eles foram separados pelo mundo. Ana agora está sozinha e com dois filhos para criar, um de sangue e outro de coração. Ela dará uma nova chance ao seu ex amor? Será que esse amor ainda é grande o suficiente para superar as dores do passado? Afinal, todos sabem o quão possessivo o Sr Grey é. Ele irá aceitar Ana com toda a sua nova bagagem?

 

Spoiler: São duas meninas a história começa na parte em que a ana vai cortar o cabelo e percebe a presença da elena no esclava e sai correndo aí começa…

 

AGRADECIMENTOS:

Laly Hayuga, Daiana Valério, ALICE GOMES, Rosangela Martins, Karla Juliana, talitinha100, lipsmango, lana salvatore, Amanda Malfoy Cullen, Gracy, keke_lessa, Ana Castelli, Thay Garcia, Thorne, Alekssandra Freitas, Jacyara Fiais, Iracema Shady, alineS20, Leticia Cross, Tábatha Onilis, Renata Lopes, katherine petrova, safira-pierre, Talita Uchôa, Renata, Brenda Camões, Amandaramos

Pd. Mais vocês que sabem se lê ou não eu quis compartilhar uma história bonita com vocês se quiserem ler tá aí o link se não paciência eu vou continuar me emocionando com essa linda história que está bem longe do fim “ 50 tons de cinza“.

 

Capítulo 1

– Onde agora?

– Você realmente quer cortar seu cabelo?

– Sim – Eu olho para ele.

– Você está linda para mim. Você sempre está.

Eu coro e olho para os meus dedos entrelaçados no meu colo.

– E a festa do seu pai esta noite.

– Lembre-se, é com roupa à rigor.

Oh Meu Deus.

– Onde será?

– Na casa dos meus pais. Eles têm uma marquise. Você sabe, as obras.

– Qual é a caridade?

Christian esfrega as mãos em suas coxas, parecendo desconfortável.

– É um programa de reabilitação de drogas para pais com crianças pequenas chamadas Coping Together.

– Soa como uma boa causa – Eu digo baixinho.

– Vem, vamos embora. – Ele se levanta, parando efetivamente o tema de nossa conversa e me oferece sua mão. Quando eu a pego, ele aperta os dedos em torno de mim. É estranho. Ele demonstra tanto afeto em algumas vezes, e em outras é tão fechado. Ele me leva para fora do restaurante, e caminhamos pela rua. É uma manhã linda, leve. O sol está brilhando, e o ar cheira a café e pão acabado de sair do forno.

– Aonde vamos?

– Surpresa.

Ah, ok. Eu realmente não gosto de surpresas.

Andamos por dois quarteirões, e as lojas tornam-se decididamente mais exclusivas. Eu ainda não tive a oportunidade de explorar, mas isso realmente é ao virar da esquina de onde eu moro. Kate vai ficar satisfeita. Há uma abundância de pequenas lojas para alimentar a sua paixão por moda. Na verdade, eu preciso comprar algumas saias para o trabalho. Christian para na frente de um grande salão de beleza, de aparência chique e abre a porta para mim. Chama-se Esclava. O interior é todo branco e couro. Na recepção de um branco puro se senta uma jovem loira com um uniforme branco. Ela olha para cima à medida que entramos.

– Bom dia, Sr. Grey, — Ela diz com brilho, a cor crescendo em seu rosto, enquanto ela pisca seus cílios para ele. É o efeito Grey, mas ela o conhece! Como?

– Olá Greta.

E ele a conhece. O que é isso?

– É o de costume, senhor? — Ela pede educadamente. Ela está usando batom rosa pink.

– Não – Ele diz rapidamente, com um olhar nervoso para mim.

O de sempre? O que significa isso?

Caralho! É a Regra nº 6, e o maldito salão de beleza. Todas as regras sobre depilação a cera… merda!

Este é o lugar onde ele trouxe todas as suas subs? Talvez Leila, também? O que diabos eu vou fazer com isso?

– A Srta. Steele vai dizer o que ela quer.

Eu olho para ele. Ele está introduzindo as regras com discrição. Eu já concordei com o personal trainer, agora isso?

– Por que aqui? – O acuso.

– Sou dono deste lugar, e de mais três como este.

– Você é o dono? – Eu suspiro de surpresa. Bem, isso é inesperado.

– Sim. É uma linha alternativa. Enfim, o que você quiser, você pode tê-lo aqui, por conta da casa. Todos os tipos de massagens; sueca, shiatsu, pedras quentes, reflexologia, algas, tratamento facial, todas essas coisas para as mulheres, tudo. Tudo isso é feito aqui. – Ele acena a mão com dedos longos, com desdém.

– Depilação?

Ele ri.

– Sim depilação também. Em todos os lugares, – Ele sussurra conspirador, curtindo o meu desconforto.

Eu coro e olho para Greta, que está olhando para mim com expectativa.

– Eu gostaria de um corte de cabelo, por favor.

– Certamente, Srta. Steele.

Greta é toda batom pink e eficiência germânica em movimento, ela verifica a tela do seu computador.

– Franco estará livre em cinco minutos.

Franco é bom, – Christian diz para mim, me tranquilizando. Eu estou tentando absorver tudo isso em minha cabeça. Christian Grey, é CEO de uma cadeia de salões de beleza. Eu olho para ele, e de repente ele empalidece com algo, ou alguém, que chamou sua atenção. Viro-me para ver para onde ele está olhando, e à direita, na parte de trás do salão, uma loira platinada e elegante apareceu, fechando a porta atrás dela e está falando com um dos cabeleireiros.

A loira platinada é alta, bronzeada, encantadora, e na casa dos trinta ou quarenta anos ou mais, é difícil dizer. Ela está usando o mesmo uniforme que Greta, mas em preto. Ela parece impressionante. Seu cabelo brilha como uma áurea, cortado no estilo Chanel. Quando ela se vira, ela avista Christian e sorri para ele, um sorriso deslumbrante de reconhecimento quente.

– Desculpe-me, – Christian murmura às pressas.

Ele anda rapidamente pelo salão, passando pelos cabeleireiros todos vestindo brancos, além dos estagiários nas pias, e se aproxima dela, longe demais para que eu possa ouvir a conversa. A loira platinada o cumprimenta com carinho óbvio, beijando suas duas faces, as mãos descansando em seus braços, e eles conversam animadamente juntos.

– Srta. Steele? – Greta a recepcionista está tentando chamar minha atenção.

– Espere um momento, por favor. – Eu assisto Christian, fascinada.

A loira platinada se vira e olha para mim, e me dá o mesmo sorriso deslumbrante, como se ela me conhecesse. Eu sorrio de volta educadamente. Christian parece chateado com alguma coisa. Ele fala com ela, e ela concorda, segurando suas mãos e sorrindo para ele. Ele está sorrindo para ela, é evidente que eles se conhecem bem. Talvez eles tenham trabalhado juntos por muito tempo? Talvez ela dirigisse o lugar, afinal, ela tem um olhar de autoridade.

Em seguida, algo me bate como uma avalanche, e bem do fundo do meu coração, eu sei quem ela é. Deslumbrante, mais velha e bonita.

É a Sra. Robinson.

– Greta, com quem o Sr. Grey está falando? – Meu couro cabeludo está tentando deixar minha cabeça. Estou toda arrepiada pela apreensão, e meu subconsciente está gritando para mim segui-lo. Mas eu pareço indiferente o

suficiente.

— Oh, é a Sra. Lincoln. Ela é proprietária do lugar com o Sr. Grey. — Greta parece mais do que feliz em compartilhar.

— Sra. Lincoln? — Eu pensei que a Sra. Robinson tinha se divorciado. Talvez ela tenha se casado com algum pobre coitado.

— Sim. Ela normalmente não está aqui, mas um dos nossos técnicos está doente hoje, então ela está no lugar.

— Você sabe o primeiro nome da Sra. Lincoln?

Greta olha para mim, franzindo a testa e franze os lábios brilhantes de rosa pink, questionando a minha curiosidade. Merda, talvez este seja um passo longo demais.

– Elena, – ela diz, quase relutantemente.

Estou inundada por uma estranha sensação de alívio, minha intuição não me deixou na mão.Sentido de aranha? Meu subconsciente bufa, sentido contra pedófilos.

Eles ainda estão no fundo, discutindo. Christian está falando rapidamente com Elena, e ela parece preocupada, balançando a cabeça, faz caretas, e balança a cabeça. Christian estende a mão, e ela esfrega seus braços suavemente nos braços dele enquanto morde o lábio. Outro aceno de cabeça, e ela olha para mim e oferece-me um pequeno sorriso tranquilizador. Eu só posso olhar para ela com o rosto impassível. Eu acho que estou em choque. Como ele pode me trazer aqui?

>> Greta ainda espera minha resposta, mas a única reação que eu tenho é a de dar quatro passos para trás, esbarrando na porta de entrada do salão. Então eu a abro e saio correndo para fora daquele lugar agradecendo mentalmente a Deus por está usando tênis. Eu corro muito rápido, lagrimas inundando meu rosto. Ouço Christian gritar por meu nome atrás de mim, mas está um pouquinho longe e eu não posso olhar para trás, porque se eu o fizer eu irei desistir. Sinto que ele também está correndo atrás de mim. Tiro meu BlackBerry do bolso e o jogo na rua, ciente de que se eu o mantê-lo e conseguir me esconder em algum lugar, Christian irá me achar. E eu dobro a esquina correndo o mais rápido que posso. As lagrimas saltam para fora, mas eu as limpo para poder enxergar o caminho. Ouço agora a voz de Taylor gritando. Eu tenho que escapar. Entro em um beco e saio em uma rua movimentada. Entro em um restaurante pedindo a Deus para que os dois não tenham me visto. O restaurante está vazio, há apenas um senhor no balcão que me olha assustado.

–Moço, pelo amor de Deus… me ajuda! – Eu imploro com desespero olhando para os lados e não vejo nem Christian e nem Taylor.

– O que aconteceu? – Pergunta

– Tem um homem… ele está me perseguindo… ele quer me fazer mal. – Minto, mas é para o meu próprio bem.

O homem me olha atentamente e pensa por um segundo.

– Ok, venha por aqui. – E ele me leva até a cozinha.

Uma mulher com olhos puxados aparentando ter uns 50 anos vem até nós assustada.

– O que aconteceu? – Ela pergunta.

– Tem um homem perseguindo ela. Vamos ajudá-la. – O homem diz.

– Vamos levá-la lá para cima. – E assim a mulher pega em meu cotovelo e me leva para o segundo andar da casa. Ela me olha como se esperasse uma explicação. Eu quero falar, mas há um nó em minha garganta e eu começo a chorar.

– Shayen, busque água para ela! – A mulher pede.

– Ok querida, eu já volto. – E o homem sai.

A mulher senta ao meu lado e passa a mão em minha costa. Ela tem pena de mim, eu tenho pena de mim. O homem entra como um raio e me entrega o copo com água. E eu bebo e me engasgo. Estou muito nervosa.

– Olha, eu não sei quem você é, mas iremos te ajudar. Eu preciso voltar lá para baixo para cozinhar, fique a vontade e qualquer coisa nos chame. Não deixaremos ninguém tocar em você.

Eu a olho e ela sorri e sai. Suponho que Shayen seja seu marido. Ele me olha e sorri, saindo logo em seguida.

Quando sinto que estou sozinha eu começa a chorar compulsivamente. Porque ela pode tocar nele e eu não? Ele disse que precisa de mim. Como ele pode fazer isso? Eu me sinto traída. Os soluços vêm mais fortes e eu não consigo os conter, choro muito. Eu disse que tentaria, mas eu não conseguirei… não com essa mulher no caminho. Ele sempre estará preso a ela e nada do que eu faça vai mudar. Eu não posso ser o que ele quer e nem ele pode ser o que eu quero, mas eu o amo! Então eu me lembro do que disse a ele quando eu estava dormindo. Eu nunca o deixaria e essa é segunda vez que eu faço isso. Mas eu não posso me sentir culpada. Eu realmente não tenho culpa. Já que ele a venera e defende tanto, porque ele não fica com ela? Porque foi ela que o deixou! – meu subconsciente lembra e é a mais pura verdade. Se o marido dela não tivesse descoberto, provavelmente eles estariam juntos. Isso se não estão! – meu subconsciente destaca e eu tenho que admitir, ele sempre terá afeto por ela e ela por ele. Ela o pôs nessa vida, ela é a verdadeira vilã dessa historia. E o sentimento de frustração se altera para raiva. Eu a odeio e odeio Christian por ele amá-la. Eu odeio saber que Christian conversa sobre mim com ela. E essas lembranças esmagam o sentimento de culpa. Eu sou toda raiva. E é nesse momento que eu tomo a minha decisão. Christian nunca mais tocará em mim. Se ele tem 50 tons ruins, eu agora tenho 50 tons de ira.

LER ONLINE

Autor: 

Sâmela Ferpisou 

 

Fonte: Fanfiction.com.br

  • marcia angelo sales

    nossa to amando essa fic de 50 tons de ira

    • Carla

      Onde vc esta lendo? mande o link.

  • Vanessa

    Alguém está conseguindo ler o livro online hoje?
    O meu está dando erro.
    Desesperada!!!
    Capítulo 15…
    Kkkk

  • Patrícia Ellen

    Não consegui acessar está com erro. Quero ler

  • Thays Melo

    Também não estou conseguindo acesso!! Capitulo 19 já. Assim que sai do 18 para o 19 começou o erro…

  • Vanessa

    Preciso continuar lendo…muuuito bom!

  • keith

    desde ontem a noite nao consigo acessar o livro será que o site está em manutençao???

    • Thays Melo

      Keith, não tive problema ontem à noite. Só hoje pela manhã. Desde então… nada! Estou mega ansiosa tb!

    • Carla

      Mande o link desse site par mim, por favor.preciso ler o esse livro

  • Vanessa

    Vi agora q estão verificando o problema.
    Vamos cruzar os dedos e torcer p q resolvam logo.

  • Rafaela Evelyn

    Gente to numa agonia sem fim pra terminar de ler . E nada do site voltar
    :'(

  • Patrícia Ellen

    Não consigo acessar o site, teria um outro lugar para ter acesso ao livro

    • janete

      so digita no google livros on; e um sait q vc le um monte de livros de graça.

  • Roberta Kelly

    Meu deus onde posso ler… Não consigo por aqui ajudem please….

  • Sâmela Ferpisou

    ESSA HISTÓRIA É MINHA. APAGA ELA AGORA

  • Guest

    COMO CRIADORA DA ESTÓRIA EU EXIJO QUE VOCÊ RETIRE ELA DESSE SITE. EU NÃO DEI PERMISSÃO PARA VOCÊ COLOCÁ-LA AÍ. APAGA!!!!

  • LML

    Você como leitora assídua como eu, suponho que saiba dos direitos autorais que é tanto falado e que tanto se toca nesse assunto…sem autorização do criador não dá pra publicar!

  • Renatinha Spinelli

    Pessoal leiam essa história no seguinte site Nyah fanfiction é só vcs se cadastrarem vão em categoria escolham livro e logo após 50 tons de cinza, apareceram diversas histórias relacionadas a cinquenta tons inclusive essa maravilhosa 50 tons de ira a história já está bem avançada e com todos os creditos a Samela Ferpisou e Mari

    • Lidiane

      Qual o site que vc leu?

  • Indignada

    Porque não deram os devidos créditos à autora real da estória? Isso é plágio e plágio é crime!!!!

  • LIDIANE

    Não consigo mas lê esse livro nesse site, aparece essa mensagem

    A história “50 Tons De Ira – O Recomeço” violou nossos termos de uso ou regras de postagem e foi excluída, alguém sabe dizer algo, ou outro site que posso lê.

  • janete

    gente para ler gratis digite no google livros on, tem monte de livros incluido tdos 50 tons ate versao gray.

  • Nayane Rodrigues Moura

    hummm, não sei se quero ler essa extensão de 50 tons, para mim o original supera todas as fanfiction’s, gosto de Anastasia apenas com Grey o possessivo e megalomaniaco contralor apaixonado incondiconalmente e irrevogavelmente por sua Ana Grey sempre

  • tamyres luan

    Gente por favor me enviem o livro depois do 50 tons de liberdade… Queria ler!! Obrigada pra o meu email ‘tamyluan@hotmail.com

  • Nayra Alves

    Nayra

  • Alessandra Rogeria

    me envie por favor o livro completo cinquenta tons de ira lejandra2866@gmail.com obg

[post_grid id='3177']