Cinquenta Tons Eternos Pdf

Autora :  Laura  Vidaurreta  

Fonte:    Muito Obrigado :)  Tata.menezes

Gatas, eu aqui para viciar vocês mais um pouquinho!! Estava conversando com algumas meninas aqui e contei que quem gosta do Fanfiction “Cinquenta Tons a Mais” (e

sse que eu post aqui, além da versão do Grey) tem outro fanfiction que é ainda melhor! A história é extremamente envolvente e muito viciante. O nome é “Cinquenta Tons eternos”. Escutei uma história (não tenho como confirmar) que foi eleito o melhor fanfiction sobre o Cinquenta Tons aqui no Brasil.

Estarei postando os capítulos que sairam até agora em pdf, mas vou colocar aqui o endereço para quem quiser ter.

 

 

PS: Quem abrir o endereço vai ver até o capítulo 33 e eu estou postando um arquivo até o capítulo 32. O que aconteceu: a autora postou duas vezes o capítulo 18 e quando foi postar o 19, deu o nome de capítulo 20. Quando eu fui passar para PDF segui a sequência, colocando o capítulo 20 como 19, o 21 como 20, o 22 como 21 e assim por diante. Ou seja, o capítulo 32 do meu arquivo é o capítulo 33 do fanfiction. Não está faltando nenhum capítulo já postado no arquivo. Estou avisando para que não haja confusões e para quem quiser passar a acompanhar pelo fanfiction, não se perder!

Capitulo 1:

O sábado amanheceu chuvoso em Seattle. O clima é fresco, quase frio, mas por algum motivo, Anastasia está com calor. Ela acorda com a brisa gelada em seu rosto, no entanto seu corpo está quente. Ela tenta se mexer para trocar de posição e logo entende a razão do calor: o corpo de seu marido está enlaçado ao seu.

Christian está deitado de frente para suas costas, seu rosto mergulhado nos cabelos dela, as pernas e braços ao redor de seu corpo e uma das mãos descansa em sua barriga de cinco meses de gestação. E assim ele dorme tranquila e profundamente. Todas as manhãs desde que Anastasia aceitara morar e depois se casar com Christian têm sido iguais, ela acorda com o amor de sua vida enlaçado em seu corpo, pois apenas dessa maneira Christian pode ter uma noite de sono tranquila, sem ser acordado por pesadelos aterrorizantes e ataques de pânicos noturnos.

As três semanas após o incidente com Jack Hyde foram terríveis para o casal. Ana permaneceu internada por quase 10 dias, se recuperando dos ferimentos e garantindo que sua gravidez não fosse afetada. Christian, por outro lado, mergulhou em uma crise de ansiedade e culpa por quase ter perdido sua esposa e o bebê que ela espera. O episódio afetou muito a já precária saúde mental de Christian, impedindo-o de se alimentar e dormir por vários dias seguidos. Ele se recusava a sair da cabeceira de sua esposa e mesmo quando Ana adormecia, Christian permanecia alerta, com receio que algo acontecesse a ela.

Quando Ana recebeu alta e foi pra casa, o medo de Christian de que ela não recebesse os cuidados necessários, caso precisasse, foi o estopim para uma crise.

Flashback On

– O que você está fazendo? – pergunta Christian, ao ver Ana sair do banheiro de roupão e os cabelos molhados.

– Eu estava tomando banho. Está calor e eu estava morrendo de saudade do nosso chuveiro.

– Por que você não esperou a enfermeira chegar?

– Porque não havia necessidade. Como também não há necessidade dessa enfermeira que você contratou, mas eu não quero entrar nessa discussão de novo.

– Por que você não me chamou? Ou a Sra. Jones?

– Christian, eu posso tomar banho sozinha!

– Não, você não pode! – Christian se altera.

– Christian, abaixe a sua voz! Eu estou bem, foi só um banho! Acalme-se!

– Não, eu não vou abaixar a merda da minha voz e nem vou me acalmar, porque da última vez que eu fiz isso, você quase morreu! – explode ele, aos berros. – Eu baixei a guarda e você quase morreu! Eu me acalmei e quase perdi você e quase perdi o nosso filho. Eu quase perdi tudo… eu quase estraguei tudo! – Ana nota que Christian está tremendo.

– Christian, se acalma!

– Não! Eu não vou me acalmar! Eu não posso me acalmar! Você… Você estava morta… em meus braços… morta… tinha tanto sangue… e o bebê… Vocês dois estavam mortos… – Christian começa a andar de um lado a outro do quarto, sua respiração se acelera e fica irregular, ele está pálido e tremendo. Anastasia começa a se apavorar.

– Christian, por favor! Se acalma! Você precisa dormir um pouco.

– Eu não posso dormir! Não posso dormir! Porque, cada vez que eu durmo, você morre em meus braços. Eu perco você! Eu não posso perder você! Não posso perder o nosso filho! Eu não posso dormir! – diz ele, em pânico, cambaleando.

Ana se desespera e o ampara, assim que ele cai de joelhos no chão. Christian leva uma das mãos ao peito e luta para respirar.

– Oh, meu Deus! Christian! Baby, olha pra mim! Christian, o que foi?

– Eu não… não consigo… respirar… eu não consigo respirar… – Ana deita Christian no chão.

– Oh, meu Deus! Socorro! Taylor! Gail! Luke! Alguém me ajuda! – grita Anastásia, desesperada, enquanto ampara Christian. – Christian, baby, por favor! Olha pra mim! Você vai ficar bem! Respire! Apenas respire!

Segundos depois, Taylor invade o quarto, seguido por Luke e Gail. Ele se ajoelha ao lado de Christian. Anastasia chora em pânico.

– O que houve? Ele está ferido? Sra. Grey, o que aconteceu?

– Eu não sei! Nós estávamos discutindo, de repente ele ficou tonto e caiu no chão. Ele não consegue respirar e está com dor no peito! Por favor, Taylor! Ajude ele!

– Gail, chame uma ambulância! Diga que é um possível ataque cardíaco! Rápido! – ordena Taylor.

– Christian, por favor! Eu te amo! Não faça isso comigo! Eu te amo!

Em poucos minutos a ambulância chegou e Christian foi levado ao hospital. No hospital foi informado que Christian não havia tido um infarto e sim um ataque de pânico. O médico informou que ele estava estafado, desidratado e que a privação de sono estava prejudicando a sua saúde. Foi recomendado, também, que Christian mantivesse acompanhamento psicológico. Então, após receber alta, Christian estabeleceu três visitas por semana ao Dr. Flynn.

Com muito apoio, não só de Flynn, como de toda a família, aos poucos a vida do casal foi voltando ao normal, e Christian e Anastasia puderam, enfim voltar à rotina e aproveitar todos os momentos da vida de casados e curtir a primeira gravidez.

Flashback Off

Anastasia estica o braço livre e busca o relógio: 9:30 da manhã. Em qualquer outro sábado, Anastasia aproveitaria a deliciosa experiência de estar nos braços de seu marido, mas especialmente hoje ela teria que abrir mão. Assim que se estica para colocar o relógio de volta na mesa de cabeceira, Ana sente Christian se mexer atrás dela.

– Bom dia, Sra. Grey. – diz ele, com sua voz rouca da manhã.

– Bom dia, Sr. Grey! – ela responde, sentindo os braços dele se afrouxarem. Ela, então, deita de barriga pra cima, encontrando-o deitado de lado, virado pra ela, com seu lindo sorriso no rosto. – Dormiu bem?

– Eu sempre durmo bem com você, Anastasia. – diz ele, inclinando-se e beijando-a levemente nos lábios. Em seguida, ele coloca uma das mãos na barriga dela. – E quanto a vocês dois? Dormiram bem?

– Sim! Nós dormimos muito bem. – colocando a mão sobre a mão dele.

– Que bom!

– Eu preciso levantar! Já são 9:30h, eu preciso tomar banho e comer alguma coisa antes de sair.

– Ana, hoje é sábado!

– Baby, eu falei sobre isso com você a semana toda! Eu tenho uma reunião, um autor muito importante está querendo trocar de editora e está interessado na Grey Publicações. Ele já emplacou quatro Best-sellers e tê-lo na editora vai ser fantástico para os negócios. O marketing em torno dele vai atrair muita publicidade para a editora. Ele está em Seattle hoje e quer me ver, quem sabe fechar negócio, eu não posso perder essa oportunidade.

– Uau! Quem diria que a minha doce e inocente Ana se tornaria essa mulher voraz de negócios? Acho que o sobrenome Grey mexeu com a sua cabeça.

– Eu ainda sou a sua doce Ana, só não sou mais tão inocente assim. Quanto a me tornar uma “voraz mulher de negócios”, eu aprendi com o melhor.

– Ah, Sra. Grey, eu só dei o incentivo, você já tinha o dom! E eu não poderia estar mais orgulhoso. – diz ele, beijando-o.

– Eu sei, baby! Obrigada! Você me faz feliz todos os dias. Eu te amo demais!

– Eu também te amo, Sra. Grey!

– Toma banho comigo?

– Sempre!

Baixar o ler online: ( 1-32 )

 

(CAPITULOS 32 -48  ) Atualizado

 

  1. Parte(33)
  2. Parte(34)
  3. Parte(35)
  4. Parte(36)
  5. Parte(37)
  6. Parte(38)
  7. Parte(39)
  8. Parte(40)
  9. Parte(41)
  10. Parte(42)
  11. Parte(43)
  12. Parte(Capitulo 44)
  13. 45. Capítulo 45

    6.404 palavras
    46. Capítulo 46

    3.225 palavras
    47. Capítulo 47

    4.512 palavras
    48. Capítulo 48

    3.549 palavras
    49. Capítulo 49

    3.682 palavras
    50. Capítulo 50

    5.086 palavras
    51. Capítulo 51

    3.989 palavras
    52. Capítulo 52

    4.775 palavras
    53. Capítulo 53

    2.919 palavras
    54. Capítulo 54

    5.674 palavras
    55. Capítulo 55

    5.066 palavras
    56. Capítulo 56

    4.800 palavras
    57. Capítulo 57

    4.516 palavras
    58. Capítulo 58

    4.800 palavras
    59. Capítulo 59

    3.304 palavras
    60. Capítulo 60

    6.033 palavras
    61. Capítulo 61

    5.715 palavras
    62. Capítulo 62

    6.303 palavras
    63. Último capítulo – Parte 1

    6.844 palavras
    64. Último capítulo – Parte 2

    7.855 palavras
    65. Epílogo

    5.319 palavras

 

 

Fanfiction Cinquenta Tons Eternos: 

Fontes:

Fanfiction.com.br

  wattpad.com

Autora: Laura.Vidaurreta

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...